Mitos sobre programas de milhas que você precisa esquecer

Alguns mitos sobre programas de milhas acabam prejudicando muita gente ainda hoje. São conceitos que surgem do nada ou regras ultrapassadas que acabam impedindo muita gente de viajar de graça usando milhas.

Já vi muita gente simplesmente jogar fora oportunidades incríveis de viajar, por desconhecer os programas de milhagem e suas regras.

O estrago não fica por aí. Também já vi pessoas deixarem de acumular milhas de viagem em seus programas por desconhecer formas alternativas de ganhar pontos.

Como sou um verdadeiro apaixonado por programas de milhas e fidelidade, selecionei algumas dicas da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização – ABEMF e outras que acumulei durante o tempo que trabalho com o assunto para elaborar esta lista de mitos sobre programas de milhas que você precisa esquecer.

Principais mitos sobre programas de milhas

Confira abaixo minha lista de mitos sobre programas de milhagem que ainda estão na cabeça de muita gente e que de maneira alguma correspondem à verdade.

1 – Todos são iguais perante as milhas

O primeiro dos mitos sobre programas de milhas é o de que “todos são iguais perante as milhas” e por isso tanto faz como tanto fez participar deste ou daquele programa que o resultado final vai ser o mesmo.

É importante que você saiba escolher muito bem o programa ou programas de milhagem dos quais irá participar para ter as melhores condições possíveis para utilizar suas milhas e extrair o máximo de benefícios do programa.

Para que você entende melhor o processo de escolha de um programa de milhagem, sugerimos que você leia o nosso artigo Como Escolher o Melhor Programa de Milhas.

2 – O mito da diversificação de programas de milhas

O segundo dos mitos sobre programas de milhas é o de que o melhor é participar de diversos programas de milhagem ao mesmo tempo. Definitivamente não é, e muito pelo contrário, o melhor é concentrar todas as suas milhas em um, no máximo dois programas.

A explicação é muito simples. Como as milhas possuem um prazo de expiração que varia de dois a três anos, para você acumular milhas suficientes para viajar de graça, por exemplo, terá que gastar o dobro de dinheiro para acumular pontos o suficiente para uma passagem.

Alguns programas incentivam este tipo de concentração, oferecendo parcerias com diversas empresas, justamente para que você possa acumular o maior número de milhas possível em um só programa.

3 – Cartões de crédito não geram milhas de viagem

Entre os mitos sobre programas de milhagem esta é talvez um dos que faz mais gente perder milhas por desconhecer como funciona o sistema. Os cartões de crédito são uma fonte inesgotável de milhas quando você converse pontos acumulados.

Temos atualmente no mercado brasileiro duas formas de participar de programas de milhagem com cartões de crédito:

  • Cartões Co-branded – São os cartões de crédito que foram criados em uma parceria entre os programas de milhagem e o banco emissor do cartão
  • Cartões Originais – São os cartões de crédito criados pelo próprio banco emissor que não possuem uma parceria direta entre o banco e os programas de milhagem

No caso dos cartões co-branded, os pontos que você acumula no cartão são periodicamente convertidos de maneira automática em milhas de viagem do programa patrocinador.

No caso dos cartões de crédito emitidos originalmente pelo banco, você deverá acessar o site no cartão e fazer você mesmo esta conversão em milhas. Para saber qual o melhor cartão de crédito para você clique aqui.

Mitos sobre programas de milhagem
Mitos sobre programas de milhagem que você precisa esquecer para não perder oportunidades e benefícios oferecidos

4 – Para ganhar milhas é preciso gastar muito

Este é sem dúvida alguma um dos maiores mitos sobre programas de milhas. Minha experiência mostra que na verdade é possível acumular milhas mesmo gastando pouco dinheiro. O segredo está na gestão.

Mantendo o seu atual volume de gastos, mas alterando alguns hábitos de compras, é possível aumentar em muito o número de milhas que você pode acumular todos os meses, sem que seja preciso para isso aumentar os seus gastos.

Uma de minhas principais dicas para ganhar milhas e viajar de graça é justamente alinhar seus hábitos de compras a sua estratégia para acumular milhas. Existem muitas outras formas de acumular milhas além da compra de passagens aéreas.

5 – Só podemos usar milhas para passagens aéreas

Outro dos mitos sobre programas de milhas que acaba fazendo com que muitas pessoas percam boas oportunidades. Você pode usar as suas milhas para adquirir diversos produtos e serviços em promoções realizadas por diversas empresas como Multiplus e Smiles.

Como as companhias aéreas fazem uma divulgação mais intensa de seus programas de troca de milhas, muitas pessoas acabam acreditando no mito de que se se pode trocar milhas por viagens aéreas, perdendo assim a oportunidade de comprar outras coisas com suas milhas.

6 – Usar pontos e milhas de viagem é muito complicado

Este é um dos mitos sobre programas de milhagem que ainda afasta muita gente das vantagens e benefícios que estes programas oferecem. Está cada vez mais fácil converter pontos em milhas para utilizá-las em viagens e compras.

Você pode transformar pontos no cartão de crédito em milhas pela Internet acessando o site das próprias operadoras de cartões. No caso das milhas de viagem, você pode usá-las ou transferi-las diretamente pelo site dos programas de milhagem.

7 – Programas de milhagem são estáticos

Muita gente acaba perdendo boas oportunidades por acreditarem que os programas de milhagem são estáticos, ou seja, não existe muita alteração em termos de remuneração em milhas por compras e outros benefícios.

Este é um dos mitos sobre programas de milhas que aos poucos vai sendo desfeito. A competição entre os programas de milhagem e fidelidade tem feito com que eles estejam sempre lançando promoções.

Para obter o máximo de milhas por suas compras, é preciso estar sempre em dia com estas promoções. A melhor forma para se atualizar é através de sites especializados ou então através de aplicativos dos próprios programas de milhagem ou fidelidade.

8 – Não dá para ganhar dinheiro com programas de milhagem

Engano seu. Dá para ganhar dinheiro sim com programas de milhagem. Você não precisa usar suas milhas exclusivamente na aquisição de passagens aéreas ou na compra de alguns produtos e serviços. Você pode transformá-las em dinheiro vivo.

Em sites especializados em compra e venda de milhas como o HotMilhas e MaxMilhas é possível vender suas milhas e transformá-las em dinheiro. É uma das alternativas para quem deseja ganhar dinheiro na Internet.

Como você pode ver, alguns dos mitos sobre programas de milhas são só isso mesmo, mitos que podem estar impedindo você de usufruir das vantagens e benefícios destes programas. Mantenha-se em dia com esta e outras dicas sobre programas de milhas assinando a nossa Newsletter.

Por Pablo Valle

Mitos sobre programas de milhas
5 (100%) 10 votos

6 COMENTÁRIOS

  1. Um dos maiores mitos sobre programas de milhagem é o de que a gente só consegue acumular milhas viajando. Eu viajo pouco mas sempre acumulo milhas em minhas compras, o que acaba me garantindo a passagem de graça.

  2. Gostei bastante do artigo. Existem realmente alguns mitos sobre programas de milhas que a gente nem sabe como começaram. As vezes conversando com minhas amigas ouço cada besteira!

    • É por aí mesmo Suzie

      As vezes a gente ouve as pessoas falarem algumas coisas sobre programas de milhas que não correspondem a verdade. Um dos objetivos do nosso site é justamente fazer com que esses mitos sobre programas de milhagem e fidelidade sejam gradativamente esclarecidos.

  3. Obrigado pelas dicas pessoal. Realmente, existem alguns mitos sobre programas de milhagem que de tanto a gente ouvir acaba achando que são verdade.

    • Olá Lucimar

      Ficamos bastante satisfeitos em saber que o nosso artigo falando dos mitos sobre programas de milhagem foi de seu agrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here