Erros na hora de converter milhas que você não pode cometer!

Nosso assunto de hoje são os erros na hora de converter milhas que muita gente, até mesmo por desconhecimento, ainda comete.

A maioria das pessoas que viajam de avião sabem das companhias dos programas de milhagem, que funcionam como um programa de fidelidade, ganhando pontos ou milhas a cada voo pela empresa.

As empresas de programas de milhagem podem ser a Smiles, TudoAzul, Multiplus e Amigo, respectivamente da GOL, Azul, LATAM e Avianca. Com essa facilidade de acumular pontos e milhas com suas viagens é comum cometer certos erros na hora de converter milhas.

Alguns desses programas disponibilizam promoções de transferência de pontos ou até mesmo a compra deles, com a intenção de aumentar o seu saldo e completar aquela passagem que você tanto queria para viajar.

Devido a esses equívocos, montamos um guia com oito pontos de erro na hora de converter milhas que devem ser analisados.

Principais erros na hora de converter milhas de viagem

Confira abaixo a lista com os principais erros na hora de converter milhas de viagem que podem estar fazendo com que você não consiga extrair o máximo dos benefícios oferecidos por estes programas

1 – Leia o regulamento

Todos nós quando vamos nos cadastrar em algo recebemos em uma janela um texto enorme, com diversos dizeres que, em alguns casos, sequer entendemos, mas são de extrema importância.

Bem no final encontramos o glorioso “Aceito”, isso para seguirmos adiante e completarmos o cadastro.

Um dos principais erros na hora de converter milhas acontece justamente aí, porque podem conter informações que futuramente causem algum transtorno, dessa forma é melhor utilizar alguns minutos do seu dia para ler o regulamento.

2 – Fique atento na validade das milhas

Seria muito frustrante estar juntando milhas por um determinado período e quando decidir emitir a passagem com elas, saber que elas expiraram.

Pode parecer brincadeira, mas é verdade, as milhas têm prazo de validade, ou seja, elas expiram. Se você leu o regulamento já sabe o prazo delas, mas caso contrário, é melhor correr e conferir.

Sabendo o prazo das suas milhas é possível analisar os melhores meios para aproveitar, seja emitindo passagens para aproveitar as que vão expirar ou até mesmo fazer a venda delas em plataformas que disponibilizem esse recurso.

3 – Planeje sua viagem com antecedência

A maioria, se não todas, as companhias aéreas deixam limitadas as passagens que podem ser emitidas com milhas. Sendo assim, não cometa o erro na hora de converter milhas deixando para a última hora, porque além de ser necessário utilizar uma quantidade muito superior, é possível que sequer tenha vagas disponíveis.

Planejar com antecedência é sempre a melhor opção, ainda mais contando com promoções que surgem a todo instante.

Erros na conversão de milhas

4 – Só converter milhas em passagem caso vá viajar

Esse tópico parece brincadeira, mas não é. Antes de aproveitar aquela mega promoção da sua companhia aérea, analise se você realmente vai poder viajar naquela ocasião. A palavra-chave é: organização.

Assim como as passagens emitidas em reais, as passagens com milhas também possuem regras de não comparecimento, remarcação ou cancelamento.

É necessário ter isso em mente, porque caso não seja possível, provavelmente você terá que desembolsar um valor para remarcar ou, no caso de cancelar, receber apenas uma parte das milhas.

5 – Somente acumular milhas com passagens compradas

Esse é um dos principais mitos sobre programas de milhagem. Já se foi o tempo onde só era possível acumular pontos com emissão de passagens aéreas.

Hoje em dia existem diversas formas de acúmulo, desde estabelecimentos como supermercado e postos de gasolinas, até o seu cartão de crédito.

Não perca a oportunidade de maximizar os seus ganhos em milhas e veja hoje mesmo os locais onde você pode acumular mais pontos e alcançar a quantidade desejada para a sua viagem.

6 – Saiba gerenciar os pontos

Observamos anteriormente que as formas de acúmulo são diversas, mas também é necessário prestar atenção que não basta fazermos uma compra no cartão de crédito ou abastecer o carro que teremos as milhas acumuladas.

Essas empresas dependem, geralmente, da solicitação do interessado pelos pontos, para que eles sejam transferidos ao seu programa de milhagem.

Não pense em pesquisar uma passagem e já querer utilizar os seus pontos desses locais diversos porque a conversão em milhas pode chegar a demorar 15 dias.

A nossa dica aqui é: Assim que fizer a transação que gere pontos, já solicite a transferência, se possível.

7 – Verifique a tarifa regular da passagem

Existe ainda uma possibilidade de converter as suas milhas em passagem, utilizando também dos reais. Seria basicamente pagar metade com cada forma, mas é aí que mora o perigo.

Nesse momento você deve analisar quanto seria necessário em reais para comprar a passagem, e em seguida ver quantas milhas e reais seriam necessários para emitir. Essa análise é muito importante, porque as vezes o valor do desconto recebido é baixo em relação à quantidade de milhas utilizadas.

Isso quer dizer que não vale a pena? De forma alguma! É uma modalidade que tem casos onde vale emitir a passagem, apenas ressaltamos que é necessário verificar se é viável.

8 – Subestimar a compra e venda de milhas

Algumas pessoas ignoram ou não conhecem a possibilidade de comprar milhas. Se você tem milhas que não irá utilizar e elas estão próximas de expirar, analise a possibilidade de vendê-las e ganhar um valor sobre isso, ou até mesmo para poder juntar e comprar em reais a passagem mesmo.

Há casos também onde você não pode comprar a passagem por faltar pouquíssima quantidade de milhas, a sua solução pode ser comprar no mercado a quantidade que falta e emitir a sua passagem pagando muito menos.

As possibilidades são diversas, mas tenha isso em mente e faça cotações em plataformas de compras e vendas de milhas, em algum momento podem te ajudar.

Para usufruir de todos as vantagens que um bom programa de milhagem pode proporcionar, sugerimos que você também leia o nosso artigo Dicas Para Ganhar Milhas e Viajar de Graça.

Essas foram as nossas dicas de erros na hora de converter milhas, para que você possa fazer uma gestão melhor dos seus pontos e aproveitar ao máximo os programas de milhagem. Mantenha-se em dia com esta e outras dicas assinando gratuitamente a Newsletter do Milhagem Pro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here